30 April 2016

Risi and Bisi.


Risi and Bisi also known as Peas and Rice and the last recipe that I'm cooking for Marta this month.
This one, very simple and with clean flavours but nonetheless delicious as the previous ones.
Simplicity at its best, that's how I would define this suggestion.
ingredients (serves 4 as a starter):
12 asparagus spears, trimmed
knob of butter
squeeze of lemon
salt and freshly ground black pepper
method:
Bring a large pan of salted water to the boil.
Add the asparagus and cook for 2 to 3 minutes.
Drain and return the asparagus to the pan with the butter and lemon juice. Season with freshly ground black pepper and salt if needed. Toss everything together and set aside.
for the soup:
1 onion, finely chopped
4 garlic cloves, roughly chopped
dash of light olive oil
200g risotto rice
1.3l boiling vegetable stock
100g frozen peas
a few springs of herbs (oregano, mint, chives or other), finely chopped
grated parmesan, to taste
knob of butter
extra virgin olive oil
lemon wedges
method:
In a saucepan, sauté the onion and garlic in the lint olive oil with a pinch of salt over a gentle heat for 5 to 10 minutes or until soft.
Tip in the rice and fry for another 2 minutes.
Pour over the hot stock and bring to a gentle simmer.
Cook for about 15 to 20 minutes, stirring regularly, or until the rice is just cooked but still firm.
Add extra water if necessary. The mixture should have a soup like consistency.
Add the asparagus, peas, herbs, parmesan and butter.
Stir and simmer for 3 minutes. Taste and adjust the levels of cheese and seasoning.
Serve the soup in warm bowls with more parmesan on top, a drizzle of olive oil and the lemon wedges on the side.

__________________

Risi and Bisi que é como quem diz: Arroz e Ervilhas!!
Deixo-vos então mais uma receita com ervilhas neste mês de Abril e a última das minhas contribuições para o convite da Marta, o de cozinhar com ervilhas.
Para a mesa da Marta, fiz esta torta, esta sopa e agora esta receita, que é um cruzamento entre uma sopa e um risotto.
De uma simplicidade incrível, com sabores "clean" e ingredientes que adoro, sugiro-vos que experimentem, pois vai adorar!


ingredientes (para 4 pessoas, como entrada):
12 espargos, arranjados
um noz de manteiga
sumo de limão
sal e pimenta preta moída na altura
preparação:
Colocar um tacho de água com sal ao lume a ferver.
Quando a água estiver a ferver, adicionar os espargos e cozê-los por 2 ou 3 minutos.
Escorrer os espargos e colocá-los de volta no tacho.
Adicionar a manteiga, o sumo do limão, pimenta preta moída na altura e mais sal, caso achem necessário e envolver tudo muito bem. Reservar.
para a sopa:
1 cebola, muito finamente picada
4 dentes de alho, picados grosseiramente
azeite corrente
200g arroz para risotto
1.3l caldo de legumes a ferver
100g ervilhas congeladas
um raminho de ervas aromáticas frescas (oregãos, cebolinho, menta, o que quiserem), finamente picadas.
queijo parmesão ralado, a gosto
uma noz de manteiga
azeite extra virgem, para regar
quartos de limão, para servir


preparação:
Num tacho sobre lume brando, refogar a cebola e os alhos com o azeite corrente e uma pitada de sal. Este processo poderá demorar entre 5 a 10 minutos, até a cebola estar macia.
Adicionar o arroz e fritar, mexendo, por cerca de 2 minutos.
Adicionar o caldo de legumes a ferver e quando voltar a levantar fervura, baixar o lume e cozinhar delicadamente por cerca de 15 a 20 minutos, mexendo regularmente, até o arroz estar cozido, mas al dente.
Se necessário, adicionar mais água a ferver. A mistura deverá ficar com uma consistência de sopa.
Adicionar os espargos, as ervilhas, as ervas aromáticas, o parmesão ralado e a manteiga. Mexer e cozinhar por mais 3 minutos.
Provar, rectificar os temperos e adicionar mais queijo se acharem necessário.
Servir a sopa em taças aquecidas, polvilhada com lascas de parmesão, regada com um fio de azeite e acompanhada com os quartos de limão.

Recipe / Receita:

28 April 2016

Roasted rhubarb pavlova / Pavlova com ruibarbo assado.


Rhubarb is at its best now and this time, I decided to make it shine over this delicious pavlova.
The recipe is from Yossy Arefi "Sweeter off the Vine" gorgeous cookbook. A book full of recipes using seasonal fruit.
Although this is the first recipe from the book that Im posting here on the blog, in fact it is the second that I made from it.
ingredients (makes a 20cm pavlova):
200g caster sugar
1 1/2 tsp cornflour
4 large egg whites
1/4 tsp salt
1/8 tsp cream of tartar
1 tsp vanilla extract
1 tsp white vinegar
method:
Preheat the oven to 110ºC. Draw a 20cm circle on a sheet of baking paper and place it, upside down, on a baking tray.
Mix the sugar and cornflour together in a bowl.
Place the egg whites, salt and cream of tartar in the bowl of an electric mixer and whisk until soft peaks form.
Add the sugar mixture, 1 tbsp at a time, beating well between each addition and once the sugar has been all added, whisk for a further 7 minutes or until the mixture is stiff and glossy. Add the vanilla and vinegar and whisk for 30 more seconds.
Place large spoonfuls of the meringue mixture into the circle, smoothing the center.
Bake the meringue for 1 to 1 and 1/2 hours, or until the outside looks dry and slightly creamy in colour.
Turn the oven off the oven and prop the door ajar with a wooden spoon. Let the meringue cool completely inside the oven.


for the roasted rhubarb:
340g rhubarb stalks, cut into 5cm lengths
1 vanilla bean, split lengthwise and seeds scraped out
67g granulated sugar
pinch of salt
4 tsp lemon juice
method:
Preheat the oven to 190ºC.
Put the rhubarb, sugar, salt, lemon juice, vanilla seeds and pod in a large roasting tin and toss everything together.
Bake for about 20 to 25 minutes, or until the rhubarb is soft but not falling apart.
Let the rhubarb cool to room temperature and discard the vanilla pod (rinse it and save it for another use).
to serve:
240ml cream, whipped with 1 tbsp granulated sugar
3 tbsp pomegranate molasses
to assemble:
When ready to serve, put the meringue on a serving plate.
Top with the whipped cream, followed by the cooled rhubarb.
Drizzle with the pomegranate molasses and any rhubarb juices left in the roasting tray.

__________________

Agora que o ruibarbo está no seu melhor, há que tirar dele o maior partido.
Assim sendo, deixo-vos esta pavlova maravilhosa, cuja receita é do livro lindo da Yossy Arefi, o "Sweeter off the Vine".
Um livro lindíssimo e bem ao meu gosto, só com receitas doces com fruta e dividido por estações do ano, o que permite tirar o maior partido possível da dita fruta e da sua sazonalidade.
Embora esta seja a primeira receita do livro que aqui publico, na verdade, esta foi a segunda a ser feita, pois a primeira está à espera de dias mais quentinhos para ser publicada.


ingredientes (para uma pavlova de 20cm):
200g açúcar refinado branco
1 1/2 colheres chá de Maizena
4 claras de ovo grandes (L)
1/4 colher chá de sal fino
1/8 colher chá de cremor tártaro
1 colher chá de extracto ou pasta de baunilha
1 colher chá de vinagre de vinho branco
preparação:
Aquecer o forno a 110ºC.
Numa folha de papel vegetal, desenhar um círculo com 20cm de diâmetro. Colocar o papel vegetal sobre um tabuleiro, com a parte do lápis ou caneta, virado para baixo.
Numa taça, misturar bem o açúcar com a Maizena.
Na taça da batedeira eléctrica equipada com o balão, colocar as claras, o sal e o cremor tártaro.
bater em velocidade média, até obter picos ligeiros.
Com a batedeira em velocidade máxima. adicionar o açúcar/Maizena, uma colher de sopa de cada vez, batendo bem entre cada adição.
Quando todo o açúcar tiver sido adicionado, continuar a bater por cerca de 7 minutos, ou até obter uma mistura espessa e brilhante.
Adicionar a baunilha e o vinagre e bater por mais 30 segundos.
Colocar a mistura sobre o círculo desenhado no papel vegetal, por forma a preencher o círculo e, ao mesmo tempo, criando uma cratera (não muito profunda) no centro do merengue.
Levar ao forno por cerca de 1 a 1 hora e meia, ou até que o merengue esteja seco ao toque e ligeiramente corado.
Desligar o forno e abrir ligeiramente a porta do forno, colocando uma colher de pau ou um pano a travar a porta, por forma a que circule algum ar.
Deixar o merengue arrefecer completamente dentro do forno.


para o ruibarbo assado:
340g talos de ruibarbo, cortados em pedaços de cerca de 5cm de comprimento
1 vagem de baunilha, aberta ao meio no sentido do comprimento e sementes raspadas
67g açúcar granulado
uma pitada de sal
4 colheres chá de sumo de limão
preparação:
Aquecer o forno a 190ºC.
Num tabuleiro de ir ao forno, misturar muito bem todos os ingredientes, inclusive a vagem da baunilha raspada.
Espalhar o ruibarbo no tabuleiro, por forma a que fique numa camada única e levar ao forno por cerca de 20 a 25 minutos, ou até este estar assado, mas sem se desfazer.
Deixar que o ruibarbo arrefeça até estar à temperatura ambiente e descartar a vagem da baunilha, que poderá ser lavada, seca e guardada para outras utilizações, ou colocada num frasco com açúcar e assim obter açúcar baunilhado.


para servir:
240ml natas, batidas com 1 colher sopa de açúcar granulado
3 colheres sopa de melaço de romã
para montar a pavlova:
Colocar o merengue num prato de serviço.
Espalhar as natas batidas sobre o centro do merengue e cobrir com os talos do ruibarbo assados e arrefecidos.
Regar toda a superfície da pavlova com algum sumo que tenha ficado no tabuleiro de assar o ruibarbo e com o melaço de romã.

Recipe / Receita:

26 April 2016

Pea soup with squid and prawns / Sopa de ervilhas com lulas e camarão.


Another delicious soup that comes out of my kitchen and that goes directly to Marta's "ingredient of the month" table.
As I wrote here, Marta challenged us to cook with peas and as I love peas, I couldn't resist this fabulous initiative and I'm cooking with peas this April.
The combination of ingredients is amazing and the flavour is second to none.
The author suggests to discard the wings and tentacles of the squid but I used everything.
ingredients (serves 4):
300g squid, cleaned, tentacles and wings separated and body cut in thin rings
750ml fish stock
3 tbsp extra virgin olive oil
1 large onion, peeled and chopped
150ml dry vermouth
600g fresh shelled peas
1 tsp caster sugar
sea salt and freshly ground black pepper
10 big basil leaves
225g raw king prawns
a squeeze of lemon juice
2 tbsp coarsely chopped parsley
method:
Bring the fish stock to the boil in a small saucepan.
Heat 2 tbsp of the olive oil in a large saucepan over a medium heat.
Add the onion and cook for 5 to 6 minutes or until softened.
Add the dry vermouth and cook until it is syrupy.
Add the peas and stir.
Add the boiling stock, the sugar, salt and pepper.
Bring back to the boil and simmer for 5 to 6 minutes or until the peas are tender.
Pour the soup into a food processor, add the basil leaves and blend to a coarse purée.
Adjust the seasoning and then return it to the saucepan and reheat gently.
Meanwhile, heat 1 tbsp of olive oil in a large frying pan.
Add the prawns and sauté for 1 minute.
Add the squid and cook for 1 minute more.
Season, squeeze over a little lemon juice and toss in the parsley.
Serve the soup topped with the prawn and squid mixture.

__________________

Mais uma sopa deliciosa que sai desta minha cozinha e que vai directamente para a mesa da Marta.
Como podem ler aqui, a Marta convidou-nos a cozinhar com ervilhas neste mês de Abril e como eu adoro ervilhas e achei a iniciativa da Marta super interessante, além desta torta, levo também esta sopa à festa da Marta.
A combinação de sabores pode até parecer-vos improvável, mas que resulta e muito bem, isso posso garantir-vos.
A autora da receita sugere descartar as asas e os tentáculos das lulas e usar só o corpo, mas eu usei todas as componentes, pois acho que só enriquece a combinação em termos de texturas.



ingredientes (para 4 pessoas):
300g lulas, arranjadas, tentáculos e asas separados e o corpo cortado em rodelas finas
750ml caldo de peixe
3 colheres sopa de azeite extra virgem
1 cebola grande, descascada e picada
150ml Vermute seco
600g ervilhas frescas, descascadas (peso sem casca)
1 colher chá de açúcar refinado branco
sal e pimenta preta moída na altura, a gosto
10 folhas grandes de manjericão
225g camarão tigre, cru e descascado
umas gotas de sumo de limão
2 colheres sopa de salsa picada
preparação:
Num tacho pequeno, levar o caldo ao lume até levantar fervura.
Aquecer 2 colheres de azeite numa panela sobre lume médio, adicionar a cebola e refogar por cerca de 5 a 6 minutos, ou até esta estar macia.
Adicionar o Vermute e cozinhar até a mistura estar com uma consistência de xarope.
Adicionar as ervilhas e mexer tudo muito bem.
Adicionar o caldo a ferver, o açúcar e sal e pimenta a gosto.
Deixar levantar e fervura e cozinhar por mais 5 ou 6 minutos, ou até as ervilhas estarem macias.
Adicionar as folhas de manjericão e com a varinha mágica, ou no robot de cozinha, reduzir a sopa a um puré grosseiro.
Rectificar os temperos, voltar a colocar a sopa na panela e aquecer em lume brando.
Entretanto, aquecer 1 colher sopa de azeite numa frigideira larga.
Adicionar os camarões e fritar por 1 minuto.
Adicionar as lulas e fritar por mais 1 minuto.
Temperar de sal e pimenta, regar com umas gotas de limão e polvilhar com a salsa picada.
Servir a sopa decorada com a mistura das lulas e dos camarões.

Recipe / Receita:

25 April 2016

Sweet World - Hot Cross Buns - Round Up / Round Up da 3ª Edição do Sweet World - Hot Cross Buns.


Here is the round up for the 3rd challenge of our Sweet World!!
As you can read here, the theme was Easter and the challenge was to make Hot Cross Buns or a Simnel Cake.
The round up for the Simnel Cake is now on Susana's blog as well as the theme for the 4th edition.
As you can see below, the results were, once again, absolutely spectacular and there's a fabulous and diverse quantity of Hot Cross Buns to choose from.
Thank you everybody. It is a real pleasure to see so many talented people bringing their bakes and challenging themselves!!!!

__________________


Para a 3ª edição do nosso Sweet World, o tema foi a Páscoa e as duas opções propostas, foram Hot Cross Buns ou Simnel Cake.
Como podem ler aqui, quem optou pelo Simnel Cake, pode hoje ver o round up no blogue da Susana e para os que optaram pelos Hot Cross Buns, aqui fica o round up desta edição.
Mais uma vez, e como se pode constatar pelas imagens que se seguem, é bom ver as pessoas interessadas e a desafiarem-se a elas próprias e os resultados foram, uma vez mais, espectaculares.
Muito obrigada a todos e não se esqueçam de ver no blogue da Susana o tema para a nossa 4ª edição deste mundo que se quer cada vez mais doce, o Sweet World.


Hot Cross Buns - Round Up


















































21 April 2016

Creamy Orzo with asparagus / Orzo cremoso com espargos.


I know I'm repeating myself but, as I already wrote here, here and here, I truly adore Emilie's book. Cooking from Emilie Raffa "The Clever Cookbook" is always a huge pleasure.
The amount of flavour that you get from a handful of basic ingredients is unbelievable.
The combinations are amazing - ALWAYS - and when you think how effortless and easy the recipes are to prepare, considering the enormous pleasure that you get after, you really find yourself grabbing that book all the time to have a delicious dinner on the table in less than 30 minutes.
That's precisely what's happening to me since the day I got this gorgeous book and to prove what I'm writing, here is another delicious, very easy and flavourful meal.
ingredients (serves 4):
1 tbsp olive oil
115g diced pancetta
1 garlic clove, grated
250g orzo pasta
1l chicken stock (preferably homemade) + more if needed
455g of medium asparagus
1 tbsp unsalted butter
parmesan cheese, for grating
freshly ground black pepper
method:
Heat the oil in a saucepan over a medium low heat.
Add the pancetta and fry until lightly golden.
Add the orzo and garlic and stir for about 30 seconds.
Pour in the chicken stock and bring to the boil. Reduce the heat, cover the pan and simmer for about 15 minutes. Stir occasionally to prevent sticking.
Meanwhile, prepare the asparagus. Snap the woody ends at the base of each stalk and discard. Slice the asparagus on a diagonal about 1.3cm thick.
After 15 minutes, add the asparagus to the pan. Cook, uncovered, for about 3 to 5 minutes, or until the asparagus are tender.
If your pasta is to dry, add a bit more chicken stock. Different brands absorb liquid differently.
The texture of the orzo at this point, should be creamy and silky.
Stir in the butter and freshly grated parmesan cheese, season with freshly ground black pepper and serve in shallow bowls topped with extra (optional) grated cheese.

__________________

Eu sei, eu sei e pareço uma velha gagá a repetir-me mas como vos disse, aqui, aqui e aqui, adoro este livro!!
Sabem aqueles dias em que não apetece fazer nada elaborado? Pois é nesses dias que pego sempre no mesmo livro, este, da Emilie Raffa, o "The Clever Cookbook" e é lá que encontro - SEMPRE - algo de diferente, fácil e rápido de preparar, com poucos ingredientes ou ingredientes do dia a dia e em menos de 30 minutos tenho um jantar fabuloso em cima da mesa.
A sério, o sabor e aroma que se obtém a partir de combinações tão simples e de ingredientes tão básicos, é algo de absolutamente fenomenal. Até já me questionei onde é que esta rapariga teve imaginação para tanto, mas a resposta é simples, "costelas" italiana e francesa, pois claro.
Como todos sabemos, não há como os italianos para extrair sabor de simplicidade, assim como não há como os franceses para tornar algo simples num banquete e é o caso.
Devaneios à parte, vamos lá a mais uma sugestão fabulosa que, caso experimentem, ficarão tão felizes e satisfeitos como nós ficámos cá em casa depois desta refeição.


ingredientes (para 4 pessoas):
1 colher sopa de azeite
115g pancetta, em lardons
1 dente de alho, ralado
250g massa Orzo (usem pevide se não encontrarem)
1l caldo de galinha (de preferência caseiro) + extra (se necessário)
455g espargos verdes médios
1 colher sopa de manteiga sem sal
queijo parmesão, para ralar
pimenta preta, moída na altura


preparação:
Aquecer o azeite num tacho sobre lume médio a baixo.
Adicionar a pancetta e fritar até esta estar douradinha.
Adicionar o Orzo e o alho ralado e fritar, mexendo sempre, por cerca de 30 segundos.
Adicionar o caldo e deixar levantar fervura. Assim que levantar fervura, baixar o lume, tapar o tacho e cozinhar por cerca de 15 minutos, mexendo de vez em quando para que a massa não cole ao fundo do tacho.
Entretanto, preparar os espargos. Cortar o talo da base dos espargos e descartá-lo. Cortar os espargos na diagonal, em rodelas de cerca de 1.3cm.
Quando a massa tiver tido os 15 minutos de cozedura, destapar o tacho, adicionar os espargos e deixar cozer, sem a tampa, por 3 a 5 minutos, dependendo da grossura dos espargos utilizados.
Por esta altura, a masa deverá apresentar uma consistência cremosa e sedosa. Caso a massa absorva o caldo muito rapidamente, adicionar mais caldo a ferver. Marcas diferentes de massa, absorvem líquidos de formas diferentes e há que ter isso em atenção. Eu não necessitei de adicionar mais líquido, mas há que verificar e julgar por si próprio.
Adicionar a manteiga, o queijo parmesão ralado (a gosto) e pimenta preta moída na altura.
Em principio, não necessita de sal nenhum, pois o sal da pancetta e do parmesão, são suficientes, mas caso ache necessário, adicione. Fica ao critério de cada um. No meu caso, não adicionei nem uma pitada de sal.
Mexer tudo muito bem e servir a massa em tigelas ou taças baixas e, caso queira, polvilhada com mais queijo parmesão ralado.

Recipe / Receita:

20 April 2016

Rocky Road.


My son wanted Rocky Road and of course, I had to make him Rocky Road!
I decided to make in a loaf tin and instead of cutting it in squares like usual, this is a sliceable Rocky Road.
The results, either in taste and presentation are, I think, pretty amazing!
ingredients:
130g butter
300g dark chocolate (70%), roughly chopped
3 tbsp golden syrup
1 x 154g packet golden Oreo biscuits, roughly chopped or broken
150g marshmallows
2 x 30g Cadbury Crunchie bars, roughly chopped
method:
Lightly grease a loaf tin with vegetable oil and line with clingfilm.
Melt the butter, chocolate and golden syrup in a saucepan.
Once melted and smooth, take the pan off the heat and add the remaining ingredients.
Stir everything together until well combined and coated with the melted chocolate mixture.
Pour the mixture in the prepared tin and smooth the top with a spatula.
Cover with clingfilm and refrigerate overnight.
Turn the Rocky Road out of the tin, peel off the clingfilm and cut into slices.

__________________

O meu filho andava há dias a pedir para lhe fazer Rocky Road e eu, como excelente mãe que sou :)))..., claro..., tive de lhe fazer Rocky Road!
Decidi fazer uma Rocky Road diferente, ou seja, em vez de a fazer como habitualmente, num tabuleiro e depois cortar em quadrados ou palitos, decidi fazê-la numa forma de pão e depois cortá-la em fatias.
No recheio, decidi também inventar um bocadinho e posso garantir-vos que em termos de sabor, esta Rocky Road ficou maravilhosa.
O resultado, no que ao aspecto diz respeito, sou suspeita, mas acho que ficou girissimo!


ingredientes:
130g manteiga
300g chocolate preto (70%), picado grosseiramente
3 colheres sopa de golden syrup
1 pacote de 154g de bolachas Oreo (eu usei uma edição limitada de Oreo douradas), partidas em pedaços grosseiros.
150g marshmallows
2 barras de 30g (cada) de Chocolate Crunchie da Cadbury, partidas em pedaços grosseiros.
preparação:
Untar ligeiramente uma forma de pão com óleo vegetal e forrá-la com película aderente.
Num tacho, derreter a manteiga, o chocolate e o golden syrup.
Retirar o tacho do lume, adicionar os ingredientes restantes e envolver tudo muito bem.
Deitar a mistura na forma preparada e, com uma espátula, alisar a superfície o melhor possível.
Tapar com película aderente e refrigerar de um dia para o outro.
Desenformar a Rocky Road, descartar a película aderente e cortar em fatias.


Recipe / Receita: Lia - Lemon & Vanilla.

18 April 2016

Celery, apple and salmon soup / Sopa de aipo, maçã e salmão.


This fabulous soup. is full of ingredients that I truly adore and the combination is so smart and unbelievable that I have to make it again.
The recipe is from Portuguese Chef - Henrique Sá Pessoa - and it's from his delightful book "A viagem do Salmão" - The salmon journey.
Try it and be amazed!!
The bowls are from Margarida Melo, an amazing Portuguese ceramist based in Lisbon.
ingredients (Serves 4):
45g unsalted butter
2 tbsp extra virgin olive oil
150g onion, chopped
500g celery, finely diced
160g potato, cut into small cubes
120g apple (Golden Delicious) cut into small cubes
sea salt flakes, to taste
100g salmon, cut into small cubes (skinless and boneless)
4 tbsp crème fraîche
4 tbsp Granny Smith apple, cut into small cubes
dill, to decorate
method:
Heat the butter and oil in a pan over medium heat.
Add the onion and celery and cook for about 4 to 5 minutes, or until soft but not coloured.
Add the potato and enough water or vegetable stock (just enough to come up to about 2 fingers over the vegetables) and cook for 8 to 10 minutes, or until the vegetables are soft.
Add the Golden Delicious apple and cook for a further 2 to 3 minutes.
Take the soup off the heat, blend until smooth and check the seasoning.
Season the salmon with salt and toss with a drizzle of olive oil.
Serve the soup warm, topped with the salmon, the cubed Granny Smith apple, a few dollops of crème fraîche and dill leaves.

__________________

Trago-vos hoje mais uma sopa maravilhosa!!
Uma combinação improvável, mas que resulta na perfeição e que é uma daquelas combinações que a mim, me deixam literalmente pasmada!
A receita, é do livro lindo que adoro, A Viagem do Salmão do Chef Henrique Sá Pessoa e é uma receita que já foi aqui, testada e aprovada pela Susana.
As taças, que já tiveram oportunidade de ver noutros posts, são da nossa fabulosa artista e ceramista, a Margarida Melo, que eu tive o privilégio de conhecer no seu atelier em Lisboa, em Dezembro passado e que faz peças lindas de morrer.


ingredientes (para 4 pessoas):
45gr de manteiga sem sal
2 colheres sopa de azeite
150gr de cebola, cortada em cubinhos
500gr de talos de aipo, sem fios e cortados em rodelas
160gr de batata, cortada em cubinhos
120gr de maçã Golden, cortada em cubos
flor ou flocos de sal, a gosto
100gr de salmão (Noruega), cortado em cubinhos
4 colheres sopa créme fraîche
4 colheres sopa de maçã Granny Smith, cortada em cubinhos
aneto, para decorar
preparação:
Num tacho aquecer o azeite e a manteiga.
Adicionar a cebola e o aipo, em lume brando, por cerca de 5 minutos.
Adicionar a batata e água ou caldo de legumes suficiente para cobrir os legumes. 
Deixar cozer em lume brando por cerca de 8 a 10 minutos ou até os legumes estarem macios.
Juntar a maçã Golden e cozer por mais 3 minutos.
Triturar a sopa no liquidificador ou robot de cozinha, até ficar bem cremosa.
Adicionar um pouco de água se achar necessário e rectificar temperos.
Temperar o salmão com um pouco de sal e azeite.
Servir a sopa decorada com o salmão, a maçã Granny Smith, o créme fraîche e folhinhas de aneto.

Recipe / Receita: