20 April 2015

Bundtmania - 18th edition - Round up / Bundtmania - Round up da 18ª edição.

The theme for this month's Bundtmania was monkey bundt cakes and our participants brought us very beautiful and perfect monkey bundts.
A huge thank you to all of you that always make an effort to participate and again, well done for the creativity that everyone puts onto their cakes.
Let's admire this month fabulous monkeys?
____________

Para esta edição do bundtmania, o tema escolhido era monkey bundt cakes e mais uma vez, fomos surpreendidas com lindos e deliciosos "macaquinhos"!!
Obrigada a todos os participantes pelos fantásticos bundts, por estarem presentes na nossa Bundtmania, por serem tão originais nas vossas escolhas e pela forma criativa com que sempre vão de encontro ao tema.

Mena from As Aventuras de uma Mamã, made this delicious Lemon and berries monkey bundt cake:
Mena do Aventuras de uma Mamã, trouxe um delicioso Monkey bundt cake de limão e frutos vermelhos:

Catarina from A Cozinha da Kinhas, brought us this perfect and delicious Monkey bread cake:
querida Catarina d'A Cozinha da Kinhas, contemplou-nos com este lindo e perfeitíssimo Monkey bread bundt cake:

Cláudia, from the blog Dona Biscoito, made this amazing Cheese monkey bread bundt cake:
Cláudia do Dona Biscoito, trouxe-nos este fabuloso Monkey bread bundt cake de pão de queijo:

Susaninha, from the blog Basta Cheio, made this very springy and pink Ricotta and berries monkey bundt cake:
Susaninha do Basta Cheio, trouxe-nos este muito primaveril e cor de rosa Monkey bundt cake de ricotta e frutos vermelhos:

Gori from Doce Fim de Semana brought this vegan and fantastic Carrot, coconut and almond monkey bundt cake.
Gori, do blogue Doce Fim de Semana, trouxe-nos este fantástico e vegan Monkey bundt cake de cenoura, coco e amêndoa.

Sandrinha from That Cake Sweet, brought us this very special and delightful Lemon monkey bundt cake:
Sandrinha do blogue That cake Sweet, fez-nos este lindo e super maravilhoso Monkey bundt cake de limão:

And finally myself and my humble but delicious Raspberry and chocolate monkey bundt cake:
E finalmente e a dar por terminado este desfile, o meu humilde mas delicioso Monkey bundt cake de framboesas e chocolate:

And now, let's have a look at Mena's blog and find out which will be the theme for the 19th edition of the Bundtmania!! OMG time just flies away and 19 months passed since we started the Bundtmania. It's incredible!!!

Terminado este lindo desfile, vamos já ao blogue da Mena, para ver qual será o tema da 19ª edição da nossa Bundtmania!! É impressionante!! 19 meses passaram desde que tivemos a ideia deste passatempo e parece que foi ontem. Incrível mesmo!!
Um grande bem haja a quem todos os meses mantém este passatempo vivo e a desfilar com lindos Bundts!

17 April 2015

Chicken, morcilla and sherry / Frango com morcela e xerez.


The new Diana Henry book is amazing and it's all about the chicken. A bird that, here at home, we all love and eat very often.
A book full of fabulous recipes that make your mouth water and this one, amongst lots of them that I marked to try, was the first one that I tried.
I chose this recipe to try first as I went to a fantastic Spanish deli in Edinburgh and I bought a proper Spanish morcilla that was enough for this recipe and for another one that I'll publish later.
The recipe serves 2 but I doubled it to serve 4.
ingredients (serves 2):
1 tbsp olive oil
salt
freshly ground black pepper
4 skin on bone in chicken thighs (I used thighs and drumsticks)
8 slices of morcilla or black pudding
1/2 large onion, cut into slim crescent moon shaped wedges
200ml dry sherry
3 1/2 tbsp double cream
1 tbsp toasted pine nuts
1 tbsp chopped parsley leaves
method:
Preheat the oven to 180ºC.
Heat the oil in a ovenproof frying pan that can fit the chicken and morcilla snugly in a single layer.
Season the chicken and brown on both sides just for colour.
Take out of the pan and set aside.
Add the morcilla to the pan and cook it lightly on both sides, then remove it from the pan and set aside with the chicken.
Add the onion to the pan and colour it lightly.
Deglaze the pan with the sherry, scrapping the base with a wooden spoon to remove all the flavoursome scraps.
Return the chicken and morcilla to the pan and bake in the oven for 40 minutes or until the chicken is cooked through.
Take the pan out of the oven and put it over medium heat. If theres no liquid left, you can add another 3 1/2 tbsp of sherry and stir it in.
Pour in the cream, heating it until it bubbles.
Sprinkle with the pine nuts and parsley and serve immediately.
__________________


O novo livro da Diana Henry é fantástico!
Um livro recheado de receitas só de frango. Uma carne muito apreciada cá em casa e que comemos com alguma frequência e as receitas são tão magníficas que apetece testar todas!
Esta foi a primeira receita a ser testada, já que há uns dias atrás, fui a uma delicatessen espanhola em Edimburgo e comprei uma morcela espanhola fabulosa que foi suficiente para esta receita e para uma outra que vos apresentarei muito em breve.
A receita apresentada é para 2 pesos, mas eu dobrei-a para 4.
ingredientes (para 2 pessoas):
1 colher sopa de azeite
sal
pimenta preta moída na altura
4 sobrecoxas de frango com a pele e o osso (eu usei sobrecoxas e coxas)
8 rodelas de morcela
1/2 cebola grande, cortada em meias luas fininhas
200ml xerez seco
3 1/2 colheres sopa de natas para culinária
1 colher sopa de pinhões, tostados
1 colher sopa de salsa picada
preparação:
Aquecer o forno a 180ºC.
Aquecer o azeite numa frigideira que possa ir ao forno e que seja grande o suficiente para que o frango e a morcela possam ficar numa camada única.
Temperar o frango de sal e pimenta e selar no azeite, a fim de a corar de ambos os lados.
Retirar o frango da frigideira e reservar.
Colocar as rodelas de morcela na frigideira e fritar ligeiramente dos dois lados. Retirar a morcela e reservar juntamente com o frango.
Colocar a cebola na frigideira e fritar até que esta ganhe cor. Não é preciso que fique macia.
Adicionar o xerez e raspar o fundo da frigideira com uma colher de pau, a fim de soltar todos os sedimentos que tenham ficados agarrados ao fundo.
Colocar o frango e a morcela na frigideira e levar ao forno por 40 minutos, ou até que o frango esteja cozido.
Retirar a frigideira do forno e colocá-la sobre lume médio. Em princípio haverá líquido suficiente na frigideira, mas caso não haja, adicionem mais 3 1/2 colheres sopa de xerez e mexam.
Adicionar as natas e aquecer até que as natas comecem a ferver.
Polvilhar com os pinhões tostados e a salsa picada e servir de imediato.

Recipe / Receita:

15 April 2015

Almond and strawberry cruffins / Cruffins de amêndoa e morango.


The first time I heard about the new trendy hybrid bakes was last month in Paris.
I went to Paris with my sister and niece and they were raving over a cronut that they bought at Les Halles while I was enjoying my very first Canelé Bordelais.
This cruffin recipe (croissant + muffin) comes in this month Good Food magazine and I couldn't resist to try it.
It is totally worthy as this new hybrid is absolutely delicious, light in texture and very easy to make.
ingredients for the pastry (makes 6):
1 tsp dried yeast
1 tsp lemon juice
225g strong white flour, sifted, plus extra for shaping
25g golden caster sugar
140g cold unsalted butter, cubed
method:
Measure 75ml just warm water. Add the yeast and stir to dissolve.
Measure another 75ml ice cold water and add the lemon juice to it.
Mix the flour and sugar with 1/2 tsp fine salt in a large bowl.
Toss in the cubed butter until coated in the flour.
Splash with the yeast water and lemon water and using a round bladed knife, work quickly to bring the mixture to a rough dough with lumps of butter held inside it.
Turn onto a floured surface, shape into a rectangle without kneading it too much, then wrap in clingfilm and chill for 15 minutes in the freezer.
Dust the work surface and pastry with flour.
Roll the pastry in one direction until you have a 45 x 15cm rectangle.
Fold the pastry over itself. Fold the bottom third up, then the third top down, to make a neat block.
Turn the block so that its open edge facing to the right, like a book.
Press the edges together gently with the rolling pin.
Roll out and fold the pastry like this 3 more times to make a smooth dough, with the odd streak of butter here and there.
Wrap the finished dough and chill for at least 1 hour.
for the filling:
50g unsalted butter
50g golden caster sugar
50g ground almonds
1 tsp plain flour
a few drops of almond extract
1 egg yolk
method:
Beat together all the ingredients and season with a pinch of salt. Set aside until needed.
to finish:
seedless raspberry or strawberry jam
icing sugar, to dust
to shape:
Put the dough on a floured surface.
Roll the dough onto a rectangle and then cut it into 6 strips, each 10cm wide.
To create even more layers, fold each strip in half lengthways.
Put a generous teaspoon of filling at one of the pastry, then roll the pastry around it in a spiral.
Place, cut edge up, into a non stick muffin tin.
Repeat to make 6 cruffins.
Loosely cover with clingfilm and leave to prove at cool room temperature for 2 hours or until the pastry has filled the wells of the tin.
Heat the oven to 190ºC.
Bake the cruffins for 20 to 25 minutes or until risen and deep golden brown.
Remove and cool on a wire rack.
To fill the cruffins with jam, spoon the jam into a pipping bag fitted with a 5mm nozzle. Push the nozzle into the middle of each cruffin and squeeze.
Dust with icing sugar and eat cool or warm.

__________________


A primeira vez que ouvi falar nestes novos "híbridos" da pastelaria foi em Paris.
O mês passado passei lá uns dias com a minha irmã e sobrinha e enquanto, no mercado Les Halleseu provava o meu primeiro Canelé Bordelais, elas estavam felicíssimas a degustar um (ou melhor, dois)  cronuts, croissant + donut.
Fiquei muito curiosa em relação a esta nova combinação da pastelaria e pensei pesquisar sobre o assunto, mas entretanto, na revista Good Food deste mês, vem esta receita para cruffins, ou seja, croissant + muffin!
Bom, nem hesitei em experimentar e só vos posso assegurar que são algo de absolutamente maravilhoso!!
Caso achem os passos da massa complicados, espreitem este post que fiz aqui, pois o processo é, senão igual, muito semelhante.


ingredientes para a massa folhada (para 6 cruffins):
1 colher chá de fermento de padeiro seco
1 colher chá de sumo de limão
225g farinha para pão + extra para a bancada e para esticar
25g açúcar refinado amarelo
140g manteiga sem sal, fria e cortada em cubos
preparação:
Num jarro, medir 75ml de água morna. Adicionar o fermento, mexer bem para dissolver e reservar.
Num jarro à parte, medir mais 75ml de água gelada e adicionar-lhe o sumo do limão. Reservar.
Numa taça, misturara a farinha, o açúcar e 1/2 colher chá de sal refinado.
Adicionar a manteiga em cubos e envolver, por forma a que toda a manteiga fique enfarinhada.
Adicionar a água com o fermento e a água com o limão e, com uma faca de mesa, envolver rápido, sem trabalhar a massa em demasia, por forma a que todos os ingredientes fiquem bem incorporados. A manteiga deverá permanecer praticamente na sua forma original, ou seja, em cubos.
Virar a massa sobre uma superfície ligeiramente enfarinhada e moldar um rectângulo, sem amassar.
Embrulhar a massa em película aderente e colocar no congelador por cerca de 15 minutos.
Polvilhar a bancada, a superfície da massa e o rolo com farinha.
Esticar a massa num só sentido, por forma a obter um rectângulo com aproximadamente 45 x 15cm.
Dobrar 1/3 da massa sobre o centro e o outro 1/3 sobre o primeiro, por forma a obter um bloco de massa.
Virar o bloco de massa por forma a que o lado aberto fique virado para a direita, como se de um livro se tratasse.
Delicadamente, pressionar as extremidades com o rolo da massa, para as unir.
Esticar e dobrar a massa como anteriormente explicado, mais 3 vezes, ou seja, a massa terá sido esticada e dobrada 4 vezes no total. Convém não trabalhar a massa em demasia, para que se possam ver laivos da manteiga aqui e ali, pois são esses laivos que vão produzir as camadas típicas da massa folhada.
Embrulhar em película aderente e refrigerar por, no mínimo, 1 hora.
para o recheio:
50g manteiga sem sal, amolecida
50g açúcar refinado amarelo
50g amêndoa ralada
1 colher chá de farinha de trigo branca
umas gotinhas de extracto de amêndoa
1 gema de ovo
preparação:
Bater os ingredientes todos numa taça, temperar com uma pitada de sal e reservar até ser necessário.
para finalizar:
doce de framboesa ou morango, sem sementes
açúcar em pó, para polvilhar
montagem:
Colocar a massa sobre uma superfície enfarinhada.
Esticar a massa até obter um rectângulo suficientemente grande, por forma a poder cortar 6 tiras com cerca de 10cm de altura cada.
Dobrar cada tira ao meio, no sentido do comprimento, a fim de obter mais camadas folhadas no final.
Colocar uma generosa colher de chá do recheio, na extremidade da massa que se dobrou e enrolar a massa numa espiral à volta do recheio. Repetir o processo para todas as tiras.
Colocar as espirais, lado do corte virado para cima, nos buracos de uma forma de muffins de silicone ou anti aderente (caso não tenham, untem ligeiramente os buracos de uma forma de muffins normal).
Cobrir (sem apertar) com película aderente e deixar levedar à temperatura ambiente, por cerca de 2 horas, ou até a massa ter enchido os buracos da forma.
Aquecer o forno a 190ºC.
Cozer os cruffins por 20 a 25 minutos, ou até estarem bem crescidos e douradinhos.
Retirar da forma e arrefecer sobre uma grelha.
Colocar o doce num saco de pasteleiro ou numa garrafinha de plástico de Chef com um bico de cerca de 5mm de diâmetro.
Introduzir o bico no centro de cada cruffin e rechear com o doce.
Polvilhar os cruffins com açúcar em pó e servir mornos ou frios.

Recipe / Receita: Good Food Magazine - April 2015.

13 April 2015

The Kitchn granola / Granola do livro The Kitchn.


Granola is something that I love to make and I'm always trying to make different versions.
Sometimes when I'm feeling lazy I buy it as now, we can find some fabulous and healthy brands and options on the market.
This recipe is fabulous and full of fantastic ingredients.
ingredients (makes around 6 cups):
3 cups rolled oats
1 cup chopped nuts (almonds, pecans, walnuts)
1 cup dried, shredded, unsweetened coconut
1/2 cup seeds (sesame, pumpkin)
1/2 cup light brown sugar
1 1/2 tsp salt
1/4 tsp ground cinnamon
1/2 cup oil (light olive oil or walnut oil)
1/2 cup honey or maple syrup
3/4 tsp vanilla extract
2 egg whites, lightly beaten
3/4 cup chopped dried fruit (cherries, cranberries, apricots, blueberries)
method:
Preheat the oven to 150ºC.
In a large bowl, mix the oats, nuts, coconut, seeds, sugar, salt and cinnamon.
In a small bowl, whisk together the oil, honey or maple syrup and vanilla.
Pour the liquid mixture into the dry mixture and stir to combine.
Add the egg whites and combine throughly.
Scrape the mixture out onto a sheet pan and bake for about 45 to 50 minutes or until the mixture is light brown and toasty.
Stir after 20 minutes, moving the crispy bits from the perimeter into the center and distributing the granola in the center out toward the edge of the pan.
Remove the pan from the oven and add the dried fruit.
Using a spatula, stir to combine the mixture and let the granola cool.
Transfer to an airtight container.
The granola will keep fresh for 7 to 10 days.
__________________


Granola é algo que adoro fazer e tento fazer sempre receitas diferentes, pois gosto de variar sabores e combinações.
Quando a preguiça ataca, compro granola de pacote, pois felizmente, hoje em dia já se conseguem encontrar no mercado, marcas com opções magníficas e saudáveis.
ingredientes (rende cerca de 6 chávenas):
3 chávenas de flocos de aveia
1 chávena de frutos secos (amêndoas, nozes, pecãs, etc.)
1 chávena de coco seco ralado, sem adição de açúcar
1/2 chávena de sementes (papoila, sésamo, abóbora, etc.)
1/2 chávena de açúcar amarelo ou moreno claro
1 1/2 colheres chá de sal
1/4 colher chá de canela em pó
1/2 chávena de óleo (azeite light ou óleo de noz ou outro à escolha)
1/2 chávena de mel ou maple syrup
3/4 colher chá de extracto de baunilha
2 claras de ovo, ligeiramente batidas
3/4 chávena de frutos secos picados (cerejas, alperces, mirtilos, arandos, etc.)
preparação:
Aquecer o forno a 150ºC.
Numa taça grande, misturar os 7 primeiros ingredientes.
Numa taça à parte, misturar o óleo, o mel ou maple syrup e a baunilha.
Adicionar os ingredientes líquidos aos sólidos e misturar tudo muito bem.
Adicionar as claras de ovo e mexer tudo muito bem, a fim de que todos os ingredientes fiquem bem incorporados.
Deitar a mistura para dentro de um tabuleiro de ir ao forno, por forma a que fiquem bem espalhados e levar ao forno por cerca de 45 a 50 minutos, ou até a granola estar douradinha.
Mexer ao fim dos primeiros 20 minutos, movendo a combinação do centro do tabuleiro para as extremidades e vice versa.
Retirar o tabuleiro do forno e adicionar os frutos secos picados.
Misturar bem com a ajuda de uma espátula e deixar arrefecer.
Transferir a granola para um recipiente de fecho hermético.
A granola conserva-se fresca por 7 a 10 dias.

Recipe / Receita:

10 April 2015

Sticky chicken with Malaysian salad / Frango caramelizado e salada Malasiana.


Another recipe from Rachel Khoo's new cook book and again, a fabulous dinner for all the family.
The recipe is very easy to make and very quick and the flavours and textures go so well together and complement each other in such an harmonious way that you have a mouthful of pleasure on each fork.
ingredients (serves 4):
1kg chicken drumsticks and thighs
1 tbsp sesame seeds, toasted
for the glaze:
3 cloves of garlic, peeled
3cm ginger, peeled and roughly chopped
100g runny honey
80ml light soy sauce or tamari
1 red chilli, with seeds
2 tbsp sesame oil
2 tbsp fish sauce
for the Malaysian salad:
1 cucumber, washed
1/2 a small pineapple
1 small red onion
juice of 1 lime
sea salt


method:
Preheat the oven to 200ºC.
In a food processor, blend all the ingredients for the glaze until fairly smooth.
Place the chicken pieces in a large roasting tin and toss in the glaze.
Bake for 45 minutes, remove from the oven and sprinkle with the sesame seeds.
To make the salad, cut the cucumber in half lengthways, then deseed with a teaspoon and discard the seeds.
Cut in half again, then slice across on the diagonal and put it in a large bowl.
Peel the pineapple, cut into small cubes and add to the bowl.
Peel and thinly slice the onion and add it to the bowl too.
Add the lime juice.
Taste the salad and season with salt just before serving.
__________________


Mais uma receita do novo e fabuloso livro da Rachel Khoo que fez as delícias de todos cá em casa.
Uma receita fácil e rápida de fazer e cuja combinação de sabores e texturas é de tal forma fantástica e harmoniosa, que é uma verdadeira explosão de sabores a cada garfada.
ingredientes (para 4 pessoas):
1kg pernas e sobrecoxas de frango
1 colher sopa de sementes de sésamo, tostadas
para o glaze:
3 dentes de alho, descascados
3cm gengibre fresco, descascado e picado grosseiramente
100g mel líquido
80ml molho de soja light ou tamari
1 malagueta vermelha, com sementes
2 colheres sopa de óleo de sésamo
2 colheres sopa de molho de peixe (fish sauce)
para a salada Malasiana:
1 pepino, lavado
1/2 ananás, descascado e cortado em cubos
1 cebola roxa pequena, descascada e cortada em meias luas finas
sumo de 1 lima
flor ou flocos de sal
preparação:
Aquecer o forno a 200ºC.
Colocar todos os ingredientes do glaze no copo do robot de cozinha e processar até obter uma mistura fina.
Colocar o frango num tabuleiro de ir ao forno e adicionar o glaze, envolvendo bem o frango no molho, a fim de que fique bem impregnado.
Levar ao forno por 45 minutos.
Findo esse tempo, retirar o frango do forno e polvilhar com as sementes de sésamo tostadas.
Entretanto, fazer a salada, cortando o pepino ao meio no sentido do comprimento.
Com a ajuda de uma colher de chá, raspar as sementes do interior do pepino e descartá-las.
Cortar as metades ao meio novamente e cortar cada metade em meias luas, no sentido diagonal.
Colocar o pepino numa taça grande, adicionar os cubos do ananás e as rodelas da cebola.
Temperar com o sumo da lima.
No momento de servir, provar a salada e temperar com flor ou flocos de sal.

Recipe / Receita:

8 April 2015

Pomegranate and strawberry cake / Bolo de romã e morangos.



Last week (Tuesday the 31st) was my birthday and although I didn't have a party on the day, I had some friends around during the following weekend and therefore, I decided to make this cake, that was marked as my birthday cake since the day I bought this fabulous book.
Amber Rose is one of my favourite authors and all the recipes I try from her books are a stunner.
Pomegranate and strawberries are something I truly adore and that's why I marked this recipe to be THE cake to celebrate my birthday.
ingredients (serves 8 to 10):
300g unsalted buter, softened
300g white spelt flour, sifted
4 medium eggs, preferably free range
3 tsp baking powder
2 tsp rosewater (I used orange blossom water)
300g maple syrup
grated zest of 1 organic lemon
2 to 3 tbsp kefir or milk, to loosen the mix
for the filling:
250g strawberries
1 pomegranate, halved and seeds removed
squeeze of lemon juice
400ml double cream
2 tbsp maple syrup
1 tsp rosewater (I used orange blossom water)
50g natural Greek yoghurt or kefir
6 tbsp rose petal jam or sugar free strawberry jam


method:
Preheat the oven to 180ºC. Grease and flour 3 x 20cm loose bottomed tins.
Cream the butter until pale and fluffy.
Add 2 to 3 tbsp of the flour and the eggs, one at a time, and beat until you have a light and fluffy mixture.
Using a large metal spoon, fold in the rest of the flour and baking powder until combined.
Add the rosewater, maple syrup and lemon zest and fold gently.
Add a dash of milk or kefir to loosen if the mixture is too stiff.
Divide the mixture between the 3 cake tins, level the tops and bake in the oven for 20 minutes or until the centre springs back to the touch.
Remove from the oven and cool in the tins for 5 to 10 minutes before turning onto a wire rack to cool completely.
Whip the cream until it forms soft peaks. Gently stir through the maple syrup and rosewater.
Fold in the yoghurt, then carefully dot spoonfuls of jam into the cream bowl and give a gentle stir to create a marble effect.
Place one of the cakes on a serving plate and gently spoon the cream mixture over. Sprinkle with pomegranate seeds.
Repeat with the second cake and top with the third cake.
Top the cake with the strawberries, sprinkle over any remaining pomegranate seeds. Dust with a little icing sugar.
__________________


Na passada 3ª feira dia 31 de Março, foi o meu aniversário e embora não tenha feito nada de especial no dia, aproveitei que tinha amigos em casa no fim de semana seguinte e fiz este maravilhoso bolo da Amber Rose, que estava marcado para ser o MEU bolo de anos desde o dia em que comprei o livro.
Sendo eu completamente louca por frutos vermelhos e romã (aliás é uma das queixas cá em casa é que só faço sobremesas com frutos vermelhos em vez de chocolate e caramelo, lol), decidi assim que vi esta receita, que iria guardá-la para reproduzir neste dia e assim o fiz, de acordo com o planeado há meses e meses atrás.
Amber Rose é uma das minhas autoras favoritas e não há receita dela, seja doce ou salgada, que não seja uma maravilha e saia sempre uma perfeição.
ingredientes (para 8 a 10 pessoas):
300g manteiga sem sal, amolecida
300g farinha de espelta branca, peneirada
4 ovos médios, de preferência biológicos
3 colheres chá de fermento em pó
2 colheres chá de água de rosas (eu usei água de flor de laranjeira)
300g maple syrup
raspa de 1 limão biológico
2 a 3 colheres sopa de leite ou kefir, para aligeirar a mistura
para o recheio:
250g morangos
1 romã, partida ao meio e sementes removidas
umas gotas de sumo de limão
400ml natas para bater
2 colheres sopa de maple syrup
1 colher chá de água de rosas (eu usei água de flor de laranjeira)
50g iogurte grego natural ou kefir
6 colheres sopa de doce de pétalas de rosa, ou doce de morango sem açúcar


preparação:
Aquecer o forno a 180ºC. Untar e enfarinhar 3 formas de 20cm de diâmetro com fundo amovível.
Bater a manteiga até esta estar fofa e pálida.
Adicionar 2 a 3 colheres da farinha e os ovos, um de cada vez, batendo bem entre cada adição, até obter uma mistura leve e fofa.
Com a ajuda de uma colher de metal, adicionar a restante farinha e o fermento e envolver tudo muito bem, sem bater em demasia.
Adicionar a água de rosas, o maple syrup e a raspa do limão e incorporar delicadamente.
Adicionar um bocadinho de leite ou kefir, para aligeirar a mistura, caso esta esteja muito espessa.
Dividir a mistura pelas 3 formas, alisando a superfície e levar ao forno por 20 minutos, ou até os bolos estarem cozidos e um palito inserido no meio sair limpo.
Retirar os bolos do forno e deixar arrefecer nas próprias formas por 5 ou 10 minutos, antes de desenformar sobre uma grelha para completo arrefecimento.
Bater as natas até obter picos ligeiros.
Adicionar a água de rosas e o maple syrup e envolver delicadamente.
Envolver o iogurte na mistura anterior e adicionar o doce, ás colheradas, envolvendo de forma a criar um efeito marmoreado no creme.
Colocar um dos bolos num prato de serviço e cobrir com a mistura das natas. Salpicar com sementes de romã.
Repetir o processo com o segundo bolo.
Colocar o terceiro bolo em cima da segunda camada e decorar com os morangos e as restantes sementes de romã.
Polvilhar ligeiramente com açúcar em pó.

Recipe / Receita:

6 April 2015

Caldo Verde.


Caldo verde is a very traditional portuguese cabbage soup.
In our traditional recipe, the base of the soup is a potato purée and the cabbage is cut into a very, very fine chiffonade. One slice of cooked chorizo will be added at the end and will be found at the bottom of the mug or bowl.
I love when I find portuguese inspired recipes in cook books that are not portuguese and this version of the portuguese caldo verde, comes in this fabulous book.
I have to tell you that, although I love the traditional portuguese caldo verde, this version is more to my liking as it is made and presented in a very rustic, hearty and chunky way.
ingredients (serves 2):
1/2 tbsp unsalted butter
1/2 onion, finely chopped
1 garlic clove, finely chopped
1/2 tbsp olive oil
1 leek, halved lengthways and thinly sliced
1 potato, cut into 1cm cubes
1/2 tsp paprika
600ml vegetable stock, hot
1/2 tbsp tomato purée
50g cooking chorizo, cut into 1cm cubes
50g kale, hard stems removed and leaves shredded
extra virgin olive oil, to drizzle
sea salt flakes


method:
Heat the butter in a saucepan. Add the onion and cook gently for a few minutes. Add the garlic and cook for a further 2 minutes.
Add the olive oil and leek and cook for 5 minutes, or until the leek is soft.
Add the potato, salt and paprika and cook, stirring well, for a couple of minutes.
Add the stock and tomato purée and bring to the boil. Reduce the heat and cook until the potatoes are almost tender.
Add the kale and cook for about 5 minutes, or until tender. Season with salt.
Heat a skillet or frying pan over medium heat. Add the chorizo and fry until slightly crispy. Set aside.
Ladle the soup into bowls and top with the fried chorizo and a drizzle of extra virgin olive oil.
__________________

O nosso português caldo verde dispensa apresentações entre nós certo?
Adoro quando encontro receitas portuguesas ou inspiradas em receitas portuguesas, em livros estrangeiros e foi o caso deste caldo verde que encontrei neste livro magnífico.
Tenho a dizer que, embora seja grande apreciadora do nosso caldo verde, cortado fininho e com a base de puré de batata, esta versão foi uma muito, muito agradável surpresa, pois eleva o nosso caldo verde a uma dimensão um bocadinho superior e dá-lhe mais sabor e textura.


ingredientes (para 2 pessoas):
1/2 colher sopa de manteiga sem sal
1/2 cebola, finamente picada
1 dente de alho, finamente picado
1/2 colher sopa de azeite
1 alho francês, cortado ao meio no sentido do comprimento e finamente fatiado
1 batata, cortada em cubos de 1cm
1/2 colher chá de paprika
600ml caldo de legumes, quente
1/2 colher sopa de concentrado de tomate
50g chouriço, cortado em cubos de 1cm
50g couve portuguesa, talos grandes removidos e folhas esfarripadas
azeite extra virgem, para regar
flor ou flocos de sal
preparação:
Derreter a manteiga numa panela. Adicionar a cebola e cozinhar por uns minutos. Adicionar o alho e cozer por mais 2 minutos.
Adicionar o azeite e o alho francês e cozinhar por 5 minutos, ou até este estar macio.
Adicionar as batatas, o sal e a paprika, mexer bem e cozinhar por uns minutos.
Adicionar o caldo de legumes e o concentrado de tomate e mexer. Quando levantar fervura, baixar o lume, e cozinhar até que as batatas estejam quase cozidas.
Adicionar a couve e cozer por cerca de 5 minutos, ou até esta estar macia. Temperar de sal.
Entretanto, numa frigideira bem quente, mas sem adicionar nenhum tipo de gordura, fritar os cubos de chouriço até estarem douradinhos.
Servir a sopa em tigelas, com o chouriço por cima e regar com um fio de azeite.

Recipe / Receita:

3 April 2015

Smörgåstårta.


Smörgåstårta is a Swedish sandwich layer cake that can be filled with pretty much anything.
You can find it in bakeries and supermarkets and it's usually served at social gatherings.
This one is Rachel Khoo's version and I have to say that is is pretty delicious and visually gorgeous.
You can tell that I can't stop trying this book recipes and it is true as they are all so appealing and inspiring, that I just want to try almost all of them.
Wish you all a sweet and happy Easter!
ingredients (serves 2):
4 slices Swedish flatbread or a good quality sliced white bread, crusts removed
for the quick cured juniper salmon:
250ml water
35g coarse salt
35g granulated sugar
1 tsp juniper berries
1 small raw beetroot, peeled and roughly chopped
150g very fresh salmon fillet, skinned
method:
Put the water, salt, sugar and juniper berries and the raw beetroot into a pan.
Bring to a boil and simmer to dissolve the sugar and salt.
Leave to cool to room temperature, then place in the fridge to chill.
Finely slice the salmon into thin slivers.
Drop into the cold brine for 7 minutes, then remove, drain and pat dry with kitchen towel.
Discard the brine.


for the horseradish cream:
150ml whipping cream
1 tbsp horseradish cream
method:
Whisk the cream to firm peaks and then fold in the horseradish cream.
to decorate:
1 small cucumber
1 small pickled beetroot
1 unwaxed lemon
few springs of dill
2 tbsp salmon roe
method:
Thinly spread each slice of the bread with some of the cream and top with a layer of salmon. Place the slices of bread on top of each other.
Using a peeler, peel thin ribbons from one side of the cucumber. Discard the first ribbon and avoid the seeded part.
Avoiding the seeded part of the cucumber and using a melon baller, make enough balls to go around the edge of the bread.
Spread the rest of the cream around the outside edges and top of the bread.
Delicately place the cucumber ribbons around around the edges of the sandwich cake.
Use a mandolin to make thin rounds of the pickled beetroot and very fine slices of the lemon.
Decorate the top of the cake by putting the melon balls around the top edge of the cake.
Twist the the remaining pieces of salmon around your finger to make a rose shape and place them all over the top of the cake, along with the slices of pickled beetroot, the lemon slivers and springs of dill. Dot with the salmon roe and chill before serving.
__________________


Smörgåstårta é uma sanduiche/bolo sueco que pode ser recheado com tudo o que a imaginação ditar.
Na Suécia, pode ser encontrado em todas as padarias, supermercados e, segundo a Rachel Khoo, até nas estações de serviço.
Normalmente é serviço em reuniões sociais, tipo casamentos, baptizados e até funerais.
Esta é a versão da Rachel Khoo que, além de linda, é recheada com ingredientes que adoro!
Este novo livro da Rachel é tão, mas tão bom, que admito estar com um bocado de dificuldade em parar de testar as receitas que lá vêm, mas acho que isso vocês próprios já constataram :))!
Desejo uma doce e santa Páscoa a todos os que por aqui passam!
ingredientes (para 2 pessoas):
4 fatias de pão flatbread sueco ou outro pão branco de boa qualidade, sem crostas
para curar o salmão:
250ml água
35g sal grosso
35g açúcar granulado branco
1 colher chá de bagas de zimbro
1 beterraba pequena, descascada e picada grosseiramente
150g lombo de salmão super fresco, sem pele nem espinhas
preparação:
Num tacho, colocar a água, o sal, o açúcar granulado, as bagas de zimbro e a beterraba.
Deixar levantar fervura e cozinhar até que o sal e o açúcar tenham dissolvido.
Apagar o lume e arrefecer até estar à temperatura ambiente e em seguida refrigerar.
Com uma faca bem afiada, fatiar o salmão o mais finamente possível.
Colocar as fatias de salmão dentro do líquido da cura e deixar por 7 minutos.
Retirar o salmão da cura, escorrer sobre papel absorvente e descartar o líquido da cura.
para o creme de horseradish:
150ml natas para bater
1 colher sopa de creme de horseradish - caso não encontrem, podem substituir por pasta de wasabi a gosto.
preparação:
Bater as natas até estarem em picos firmes e envolver-lhes o creme de horseradish.
para decorar:
1 pepino pequeno
1 beterraba pequena em vinagre
1 limão biológico
aneto
2 colheres sopa de ovas de salmão
preparação:
Barrar creme de horseradish sobre as fatias de pão, numa camada fina e sobre este, colocar fatias de salmão, reservando algumas para a decoração final.
Colocar as fatias de pão umas sobre as outras, como se de um bolo em camadas se tratasse.
Com um descascador de cenouras, cortar fatias finas, no sentido do comprimento do pepino. Descartar a primeira fatia, pois é praticamente a casca. Evitar chegar ao centro do pepino, ou seja, à parte do pepino com sementes.
Ainda evitando a parte das sementes e com a ajuda de um boleador de melão, fazer bolinhas de pepino suficientes para pôr a toda a volta da bordadura do "bolo".
Barrar as laterais e superfície do "bolo" com o creme de horseradish restante e delicadamente, colocar as fatias de pepino a toda a volta das laterais do "bolo".
Com a ajuda da mandolina, cortar a beterraba e o limão em fatias fininhas.
Colocar as bolinhas de pepino à volta de toda a bordadura exterior do "bolo" e decorar o topo do bolo com as restantes fatias de salmão (enrolando-as à volta do dedo para lhe dar um aspecto de rosas), as rodelas de beterraba, as rodelas de limão, o aneto e as ovas do salmão.
Refrigerar antes de servir.

Recipe / Receita: